Doce melancolia

Tudo depende do meu estado de humor. Minhas vontades e diálogos. E hoje eu queria exatamente isso, cinco amigas, besteiras pra comer, cigarros, a varanda e o moletom velho. Na verdade eu queria mais, só um pouco a mais, só alguém pra dar mais motivos às nossas lamentações ou (pra mim) excluí-las. A solidão encontrou a gente, de forma amigável e confortante, transformando o tédio em melodia espalhados em cinco abraços. Como se não bastasse, a tarde nublada, com o céu misto de cinza e lilás, o vento frio e o silêncio, com intervalos entre músicas inevitavelmente depressivas. E eu, com meus devaneios vazios e apertados, no meio de toda a cidade mórbida. Tudo perfeitamente sincronizado, sob a mesma sintonia. E não nos importamos, nem queríamos fugir, só esperar..o dia acabar, a rotina, alguém ou alguma coisa pra tirar a gente dali, pra acordar!

3 comentários:

Jéssica Felix disse...

ainda bem que temos umas as outras! :)

Kelmem disse...

Meu típico estado de humor dominical )=

Marina Peixoto disse...

Olá,
adoreei seu blog.
te seguindo.. okay??
beijoo

Postar um comentário

Links