Somar é dividir

Completamente movida por emoções e sentimentos instantâneos, um pouco difícil de agradar. Dias chuvosos me instigam abraços, filmes e preguiça. Sol me instiga gargalhadas. Em festas procuro exercitar as pernas e perder a voz, e por favor “não me relem”. Gosto de surpresas, daquela mensagem inesperada, e que arranca um sorriso tímido. Não gosto quando sou forçada a fingir que não ouço o telefone tocar. Se converso, gosto quando me deixam sem respostas, ou pelo menos me fazem pensar meia hora em uma resposta a altura. Expressões nem sempre me revelam, não sou tão aberta, mas certas vezes incontroláveis, dizem mais que minhas próprias palavras.
Prefiro ser conquistada a conquistar, rir do que fazer rir, de certa forma, prefiro que me controlem. Prefiro me
dêem fidelidade e lealdade do que flores e bombons. Gosta de me resolver na conversa, civilizadamente, sem muitos gritos e palavrões, o respeito é a base!
Gosto de pessoas confiantes e que não dependam psicologicamente de mim, isso só me assusta e me distancia, é fato!Gosto as vezes de não saber o que pensam, isso me
mantém interessada, e com uma pitada de medo!
Sonho com cenas de filmes, que impressionam e fazem suspirar, muito mais
significativas que o de sempre, queria algo assim, sincero, bonito e quente, fora do comum, mas nem sei se iria me impressionar. O mais engraçado é que não tenho uma opinião formada, o que as vezes é lindo me irrita, e o que as pessoas descartam me atrai.
Por
incrível que pareça gosto de sentir ciume, ou medo, o que me traz excessiva segurança certeamente não me interessa.
O ruim de se idealizar, é que nada me atrai
sigficativamente. Tudo é bonitinho, legalzinho, mas nunca bom o suficiente!
Observo relacionamentos alheios, sempre sei o que aconselhar, encontro defeitos e qualidades, baseado em meus
princípios, mas comigo..ah, o que gosto mesmo é de não saber como agir que me deixem confusa as vezes, sem entender certas atitudes, meio perdida!
Acho que meu manual de
instruções é um tanto quanto indecifrável, até porque gosto daquilo que nem conheço, daquilo que ainda nem vivi. Me auto contradigo. E pra me conquistar talvez tenha que fazer tudo ao contrário do que eu mesma disse, estou sempre mudando mesmo. Enfim me entender e entender o que eu quero mesmo, acho que é uma tarefa inútil agora! Prefiro então tentar deixar tudo acontecer conforme o fluxo, na verdade prefiro que me surpreendam!

2 comentários:

<&nbsp> disse...

Acho que isso ajudou um pouco a decifrar seu manual de instruções...
Está a procurar um "doninho"?

.Thá. disse...

'O ruim de se idealizar, é que nada me atrai sigficativamente. Tudo é bonitinho, legalzinho, mas nunca bom o suficiente!'

pura verdade.

adorei o texto.
beijo
;*

Postar um comentário

Links