A vida é feita de escolhas

Supondo que eu viva 70 anos, aos 17 devo escolher um caminho para os próximos 53. Não seria mais fácil viver uns 40 anos pelo menos e depois pensar no que fazer com os outros? Po, aos 15 anos eu mal entendia o mundo, quase não conhecia profissões alem de médicos e professores, não sabia exatamente o que fazia um advogado, mas já me preparava para o vestibular. Horas de estudo, insônia, e aquela maldita frase que não sai da cabeça, mas na verdade você não tem idade suficiente nem pra entrar em uma boate e ainda nem sabe dirigir. Se eu pudesse pelo menos experimentar. Até agora o que eu sei fazer é tão pouco, e o que eu gosto, muito. Gosto de escrever, acho que isso é notável, pensei então em fazer jornalismo, mas não sei se sou tão investigativa, sei que sou curiosa. Gosto de inventar, mudar e gosto de roupas, porque não fazer moda então? Mas será que eu não iria enjoar? Gosto da gramática e suas tantas regras, mas certamente não seria boa professora. Gosto de ouvir e aconselhar, e já pensei seriamente em psicologia, mas descobri um limite curto de paciência em mim. Pensei até em ser atriz, daria pra viver um pouquinho de tudo. A triste realidade é que me vejo perdida. Sou indecisa, pensativa, animada, criativa, expressiva, dedicada, desorganizada, sensível, crítica, puts...e eu não sei o que fazer com isso. Desespero-me ao ver que o tempo passa, as pessoas se encontram e eu continuo procurando. Acho que não deve ser tão difícil e daqui a pouco consigo, mas ainda acho um absurdo essa pressão, que talvez, eu mesma coloque.

4 comentários:

cacá disse...

Amigaa!! Lindo...mas calma, vc nao precisa de tanto desespero assim, até porque você anda tem 51 anos pra se decidir!!=DDD..só seja feliz!

Nanny Micheletto disse...

que liiindo ana! adorei :)

Suzana disse...

Nooossa amiga, que mara!

Anônimo disse...

Está Perfeito Ana..... mas fica tranquila que se vc nao decidir o que fazer.... EU NAO FAÇO NADA CONTIGO !!! amo vc (Tata)

Postar um comentário

Links